Pular para o conteúdo principal

Tipo menina?! - Mulheres com propósito


Amiga, você já deve ter percebido que vez ou outra gosto de dividir com você o que acho sobre alguns comerciais. Talvez seja pelo difícil fato de encontrarmos atualmente um comercial que nos leve a pensar e refletir valores, a maioria deles na verdade são vazios e apelativos. Então quando assisto um bom comercial venho correndo compartilhá-lo com você.

Foi o que aconteceu ao assistir este comercial do Always. Clica aqui, assiste e volta pra gente conversar.

Viu só! Por que será que realmente ao entrarmos em nossa puberdade somos bombardeadas por uma sociedade que nos cobra para que deixemos de ser "tipo menina"?

Mesmo hoje, com quase 40, sinto-me honrada se alguém disser que faço algo tipo menina - afinal sou menina! Não faço questão de me moldar aos padrões que dizem que a mulher precisa ser mais durona e firme se quiser ser respeitada ou conquistar espaço. Não mesmo!

Sou o tipo que aprecia vestidos e saias, laço no cabelo e fitas de cetim, sou aquela que não abre mão do sorriso tímido e sincero que vem do coração de uma mulher "tipo menina".

Ser "tipo menina" é ser doce sem perder a força, e correr atrás dos seus ideais sem perder a graça é ter o dom de gerar outra vida em seu ventre e ser forte o suficiente para trazê-lo ao mundo por um parto natural (ouvi dizer que a dor equivale a 20 ossos sendo quebrados simultaneamente e sonho poder passar por isso). Sim sou do tipo menina.

Que ama ser cuidada, que adora mimos e afagos, que se derrete nos braços do esposo mas que vai a luta quando precisa lutar e não faz de sua condição de menina motivo para ser menos do que o Criador desejou que fosse.

E você? Como você enxerga o fato de alguém dizer que faz as coisas "tipo menina"? Quais os valores que tem construído em suas filhas, sobrinhas ou outras meninas as quais Deus lhe permitiu conhecer e influenciar?

Eu faço sim as coisas tipo menina, e faço da melhor maneira possível. E você?

Você pode querer ler também estas outras postagens que escrevi sobre comerciais:

Falando de aparência

Como você se vê

Além do espelho

Comentários

Postagens mais visitadas deste blog

Cartões de Oração para imprimir - Mulheres com Propósito

Olá meninas a postagem de hoje é muito especial para mim pois vou dividir com vocês os cartões de oração que fiz para mim inspirados no filme Quarto de Guerra. São 10 cartões com diferentes passagens bíblicas para necessidades que todas nós temos como ansiedade, medo, dinheiro e mais... Você poderá imprimir em papel com uma gramatura mais grossa e transportá-los para qualquer lugar que for ou colocá-los fixos em sua parede no seu cantinho de oração. Quando oramos a Palavra estamos enchendo nosso coração de fé pois " a fé vem pelo ouvir, e o ouvir vem pela palavra de Cristo."  Romanos 10:17   Espero muito que você goste e não esqueça de compartilhar com as amigas e deixar aqui seu comentário. Fica com Deus. Ah e para salvar é só clicar na imagem.

Abas para Bíblia para imprimir

Quem nunca teve dificuldade para encontrar algum livro da Bíblia levante a mão? A verdade é que não apenas a dificuldade para encontrar os livros da Bíblia mas também um certo apego a Bíblias com índice move muitas mulheres. A grande questão é: o que fazer quando você encontra uma Bíblia que gostou muito mas ela não possui versão com índice lateral? Ou se você já tem uma Bíblia em casa mas gostaria muito que ela possuísse índice lateral? Foi pensando nisto que fiz um modelo de aba para Bíblia que você pode imprimir e colar em sua Bíblia deixando assim do jeitinho que você gosta. É só escolher um papel com gramatura 120 tipo papel para cartão de visita, imprimir, cortar e colar. Pode até parecer trabalhoso mas eu garanto que no final vai valer o resultado. Então se te interessou clica na imagem, salve em seu computador, imprima e comece a dar uma cara nova a sua Bíblia (a terceira folha tem abas em branco para você usar em outro lugar como seu caderno de oração por exemplo

A conduta da esposa cristã

Estar casada com um marido que não partilha da mesma fé que nós pode ser um desafio gigantesco. O que vou compartilhar com você hoje foi algo que aprendi por experiência própria no início de minha conversão quando meu esposo ainda não partilhava a mesma fé. Eu era jovem e de um temperamento digamos... difícil. E ver meu esposo continuar nos caminhos que agora eu sabia estar errado e com certas "amizades" que eu percebia ser destrutivas, aliado ao meu ciúme, enfim eu tinha nas mãos a receita para por meu casamento a perder. Além de ser jovem em idade, eu também era recém-nascida espiritualmente e não sabia muito bem como me relacionar com Deus e como conduzir minha vida através de sua Palavra. Então um dia em uma situação que eu estava disposta a causar um grande "alvoroço" eu orei: "Deus fale comigo agora pois se o Senhor não intervir vou agir do meu jeito." E olhei para o console do carro e havia um exemplar da Bíblia distribuida pelos Gideões,