sexta-feira, 21 de setembro de 2018

Decoração em amarelo para encontro de casais


Olá queridos líderes do ministério de casais, que tal aproveitar a chegada da primavera e fazer um encontro de casais bem floral? Para o tema da decoração de hoje escolhi a cor amarela que é alegre e permite lindas composições.

Então vamos começar a nos inspirar? Lembrando que as fotos não são autorais, foram retiradas do Pinterest como fonte de inspiração.

Como nosso objetivo é celebrar a primavera nada melhor que encher o ambiente de flores não acha? E como o tema da cor escolhida foi o amarelo utilize-o em diferentes tons e de diferentes maneiras. Nesse caso temos dois painéis de parede feitos com flores gigantes de papel.




Os centro de mesa também podem encher de charme a decoração do seu encontro de casais. Olha que charme esse arranjo feito em um regador e o detalhe da abelhinha charmosa que na verdade é um docinho. Muito lindo! Os tradicionais arranjos feitos em vasos recicláveis também tem seu charme. Gostou?

quinta-feira, 20 de setembro de 2018

Exercendo a mentoria - Estudo bíblico para mulheres


Na primeira parte do nosso estudo descobrimos a necessidade de aprender para ensinar (se não acompanhou a primeira parte do nosso estudo clique aqui); nesta segunda parte nosso foco estará nos 6 tópicos mencionados na carta de paulo a Tito sobre o que devemos ensinar.

A cada semana mergulharemos um pouco mais nos seguinte tópicos:

  • Treinando ao amor - Amar o marido
  • Valorizando a maternidade - Amar os filhos
  • Vestes de valor - Ser prudente e pura
  • Transformando a casa em um lar - Ser boa dona de casa
  • Cumprindo o plano de Deus - Ser bondosa e sujeitar-se ao marido
  • O propósito
Pronta para começar?

Antes de começar: 
  1. Baixe o questionário
  2. Pegue sua Bíblia
  3. Separe lápis, canetas e o que mais achar necessário
  4. Ore para começar seu estudo

Treinando o amor - Amar o marido - Tito 2.4

Como é possível ensinar outra mulher a amar o marido?
Esta pergunta é legítima quando muitas de nós estão vivendo seus próprios desafios para demonstrarem esse amor.

Quando nos achegamos a Cristo somos expostas a um novo padrão para nossa vida como esposas que vai totalmente de encontro ao que a sociedade ensina sobre o tema. Jesus porém docemente nos ensina através do Novo Testamento o que Ele deseja para o casamento e cabe a nós buscarmos viver esses ensinamentos não apenas em obediência mas também em amor.

Conta-se a história de uma mãe que pediu ao seu filho para sentar e ele se recusa a fazê-lo. Sua mãe insiste agora em um tom firme e de autoridade e o menino responde:

-Mamãe eu vou sentar mas por dentro estou de pé!

Que tipo de obediência vemos aqui? Infelizmente muitas mulheres fazem o que Jesus pede em relação ao seu papel no casamento porém estão dizendo a Ele que sua obediência é apenas por fora, por dentro elas ainda estão de pé, rebelando-se contra cada ação.
Quando fazemos as coisas para os nossos esposos simplesmente por fazer sem colocarmos o amor mesclado a obediência a Cristo nossas ações estão perdendo uma grande oportunidade de causar qualquer impacto na vida deles.

No texto de hoje somos convocadas a ensinar outras mulheres a amarem seus esposos enquanto se submetem em obediência a Cristo e isto temperado com amor.
O amor é aquela decisão que nos move a caminhara a segunda milha, é o que nos faz colocar a necessidade do outro a frente da nossa, é o que nos move em direção ao coração do outro. 

Pelo fato do amor ser uma decisão e não um mero sentimento ele pode ser ensinado e aprendido. Não nascemos com a habilidade de amar, sermos românticas e cuidadosas com nossos maridos, precisamos ser treinadas para isso e estar dispostas a colocar em prática o que aprendemos.

E mais uma vez nos deparamos com o princípio do aprender para ensinar; as outras mulheres desejarão aprender com você quando observarem a maneira como você honra, respeita e cultiva uma amizade com o seu esposo.

Então amada, se você tem lutado para amar seu marido é hora de treinar-se para amá-lo e assim começar a incentivar outras mulheres a fazer o mesmo.


Gostaria muito de saber como tem sido essa série de estudos para você, conte para mim aqui nos comentários. Deus abençoe sua vida e até a próxima!

quarta-feira, 19 de setembro de 2018

Influenciadora digital, eu?


Você se vê como influenciadora digital?

Pode não parecer mas ao usarmos nossas redes sociais estamos sim de alguma forma influenciando outras pessoas e é sobre isso que gostaria de conversar com você no vídeo de hoje.

Vem pro canal, é só clicar na imagem abaixo para ser redirecionada para lá e não esqueça de inscrever-se se ainda não é inscrita e claro deixar seu comentário por lá para alegrar meu dia 💗

terça-feira, 18 de setembro de 2018

4 dicas para o seu casamento


Recentemente falei sobre 3 destruidores do casamento e já falei com você também sobre frases que não devem ser usadas no casamento. Muitas atitudes e ações devem ser motivos de vigilância entre o casal para evitar que seu casamento seja minado por coisas ruins que acabarão mais cedo ou mais tarde levando-o a ruína. 

Porém hoje eu gostaria de lembrar a você que não basta evitarmos o que é ruim para manter o casamento bem-sucedido, é preciso alimentar coisas boas cultivando-as diariamente no relacionamento para que o casamento floresça em amor todos os dias. 

Sempre falo, mas não custa repetir, amor é uma decisão e não um sentimento. A cada novo dia somos desafiados a amar o nosso cônjuge e decisão requer ação. Então hoje quero te lembrar sobre quatro coisas que alimentarão o amor em seu casamento quando praticadas com atenção e regularidade. 

1. Mostre gratidão. Não importa quanto tempo você é casada (o), mostre gratidão ao seu cônjuge sempre que possível. Não espere grandes feitos para expressar sua gratidão faça isso em sua rotina diária. Seja grata por ele levar o lixo para fora, seja grato por ela preparar uma refeição, sejam gratos pela companhia um do outro, enfim expresse sua gratidão através de suas palavras. 

2. Não tente assumir as emoções do outro. Ninguém vai estar emocionalmente bem 356 dias por ano, todo ser humano passa por altos e baixos em sua jornada da vida. Quando seu cônjuge não estiver bem-humorado ou demonstrando impaciência com alguma coisa não deixe que as emoções dele tornem-se as suas. Eu sei que é bem difícil estar com um cônjuge quando parece que ele carrega uma nuvem cinza sobre a cabeça e não acabar sendo envolvida por esta nuvem também, mas faz parte de um casamento saudável deixar que as emoções do outro sejam do outro e não as suas. 



3. Não aceite competições. Casamento é jogar no mesmo time e não contra um time adversário. Muitos casais terminam o dia relatando seus piores momentos um ao outro para ver quem teve o pior dia e só vão parar quando o outro realmente começar a sentir pena de quão exaustivo e difícil foi o dia do outro. Isso não é saudável. 

Todos nós temos que lidar com desafios diários não importa quem teve o pior dia mas sim o que realmente conta é saber que ao final do dia podemos voltar para casa e contar com alguém que está ali do nosso lado torcendo pelo nosso sucesso e nos dando apoio acreditando que o amanhã será bem melhor. 

4. Tenham tempo um para o outro. Sempre vou bater nesse assunto por aqui, tenho certeza que se você lê o Blog a bastante tempo sabe quantas vezes eu falo sobre a importância do casal separa tempo um para o outro. Não se constrói um casamento bem-sucedido se investimento de tempo de qualidade para o casal. Mesmo que a realidade de vocês não permita no momento sair para jantar fora seja por conta das finanças ou de bebês pequenos ou ambos, isso não é desculpa para não investirem um no outro. Programem assistir a um filme após as crianças irem para cama ou desfrutar de uma xícara de café na varanda, conversarem sobre o dia, deitarem juntinhos para lerem um bom livro e discutir sobre a leitura. O que realmente importa aqui é que separem um tempo uma vez por semana para dedicarem ao casamento de vocês investindo um no outro. 

Que estas dicas possam começar a aquecer o seu casamento lembrando que um casamento de sucesso é formado por duas pessoas dispostas a investirem o melhor de si mesmas no outro.

Postagens relacionadas