terça-feira, 16 de julho de 2019

Seu cônjuge e a mina


Sou fã de analogias. Gosto muito de fazer comparações entre situações e circunstâncias da vida pois acabo sempre tendo lições preciosas e foi assim que surgiu o que vou compartilhar com você hoje. 

Com certeza se me acompanha a algum tempo por aqui sabe que sou uma apaixonada pelo casamento, acredito que ele pode ser vivido em sua plenitude quando buscamos vivê-lo a maneira de Deus. Mas dizer que o casamento bem-sucedido é algo fácil, há isso certamente você nunca me ouvirá dizer. 
Quando digo que o casamento não é algo fácil é pelo simples fato de estarmos falando da união de duas pessoas diferentes, que foram criadas em ambientes diferentes e que passaram a viver a vida juntos formando uma nova família. Isso em si já soa bastante desafiador, não é mesmo? 

E muitas vezes o que vai tornando o casamento ainda mais difícil de se viver é quando um cônjuge passa a olhar para o outro sem enxergar nele suas qualidades, suas belezas. Tudo que conseguem ver no outro são suas faltas, suas falhas e é exatamente aqui que entra minha analogia de hoje. 

Seu cônjuge é como uma mina de diamantes. 

Não sei o quanto você sabe sobre diamantes e como eles são adquiridos, eu mesma sei bem pouco mas comecei a aprender um pouco mais depois que comecei a ver sua relação com o casamento. 
A primeira coisa que precisa saber é que os diamantes são encontrados nas rochas e que não estão logo ali na superfície dela, porém estão localizados, no mínimo, a 200km de profundidade. Agora eu te pergunto: se você deseja encontrar um diamante o que precisará fazer? 

Exato! Escavar a rocha.  

A tarefa não parece fácil não é mesmo? Mas para se ter algo com tanto valor em mãos como um diamante muitas pessoas sabem que vale o esforço. 
Seu cônjuge é exatamente assim. Existe nele/nela muitos tesouros escondidos em sua personalidade e caráter que se você quiser ter em mãos terá que trabalhar duro para obter o melhor do outro. 

Agora vamos ao processo de trabalhar na mina que é o seu cônjuge. 

1. Amacie a pedra. 

Quando os geólogos entendem que em determinada rocha pode haver a presença de diamantes eles começam o trabalho. Mas não pense que eles pegam picaretas e vão batendo na rocha pouco a pouco. Eles usam explosivos! Começam com uma perfuradora para cavar até aproximadamente 17 metros de profundidades para depois colocarem os explosivos que transformaram a rocha em cascalho. 
Muitas vezes os tesouros escondidos na vida do seu cônjuge estão bem profundos e precisam ser descobertos por você, então comece usando a perfuradora da oração e leitura da Bíblia e quando estiver com uma boa profundidade use o explosivo do jejum em favor da vida dele/dela. E começará a ver a rocha desfazer-se em pequenos fragmentos de cascalho. 

2. Passando na peneira. 

Após transformar rocha em cascalho é preciso tritura-lo para fazê-lo ficar ainda mais fino e assim poder peneira-lo para restar apenas o que tem potencial para conter um diamante 
Agora que o coração do seu cônjuge já foi amaciado com suas orações e jejum em favor da vida dele é hora de triturar as pedrinhas de cascalho para poder passar na peneira. Comece a elogiar todas as ações positivas do seu cônjuge. Esqueça os defeitos, não foque neles afinal eles agora foram reduzidos a pequenas pedrinhas que logo, logo não terão tanto valor e serão descartados. 

3. Nem tudo vai virar joia 

Após encontrar as pedras com diamantes é preciso separar o que tem potencial para ser lapidado das outras pedras que apesar de serem igualmente diamantes não possuem condições de tornarem-se joias. Esses são usados para outros fins como peças de corte, serras e até em termômetros de precisão. 
Certamente o mesmo acontecerá com seu cônjuge, mesmo cercando seu cônjuge com suas intercessões, orações e jejuns, muitas qualidades que ele possui podem não parecer atrativas para você por serem diferentes das suas, mas não se engane elas também têm seu valor. As diferenças entre você e seu cônjuge são como esses diamantes que não brilharão como joias em vitrines, mas que certamente serviram para cortar, afiar e medir o calor em seu casamento.

E então está pronta(o) para começar a descobrir os diamantes escondidos no seu cônjuge? 

Nenhum comentário:

Postar um comentário

O que você pensa é importante para nós. Deixe aqui seu comentário.

Postagens relacionadas