terça-feira, 21 de agosto de 2018

Casados ou colegas de quarto?


Frases curtas ao longo do dia como “já colocou o lixo fora” ou “o carro precisa ser abastecido”, contas a pagar fixadas na porta da geladeira e um boa noite sem nenhuma energia após um dia exaustivo. É assim a vida de muitos casais que vivem como colegas de quarto e não sabe em que momento se perderam como marido e mulher.  

Não existe infidelidade, brigas acirradas ou qualquer outro problema que muitos casais em crise enfrentam; o grande problema aqui é olhar para a pessoa com quem se casou e ver ali apenas um colega de quarto. 
Após algum tempo de casado é necessário manter o radar em alerta para não permitir que a rotina diária transforme a relação romântica que deve existir no casamento em simplesmente duas pessoas que dividem o mesmo espaço. Mais comum do que se imagina esse tipo de relacionamento começa a se instalar no casamento quando os cônjuges deixam de observar alguns sinais que devem ser evitados a todo custo. 

Observe quatro desses sinais e como reverter cada um deles para que seu casamento permaneça como deve ser, um casamento. 

1. Passar mais tempo longe do que juntos. 

Com a rotina agitada da maioria dos casais é comum que marido e esposa só se encontrem logo cedo pela manhã e voltem a se encontrar novamente apenas a noite após um longo e exaustivo dia de trabalho onde nenhum dos dois possui qualquer nível de energia para dedicar um ao outro. Com essa repetição de comportamento o relacionamento pode começar a esfriar. 

Como reverter: na maioria das vezes não há nenhuma possibilidade de mudança de agendas e horários, mas o casal pode começar a driblar essa rotina separando alguns minutos pela manhã, acordando um pouco mais cedo, para compartilhar uma xícara de café antes que as coisas comecem a ficar agitadas. 

2. Não há prestação de contas. 

Colegas de quarto não prestam contas sobre seus horários de sair ou chegar. Nenhuma agenda é compartilhada e cada um faz do seu tempo o que bem entender. No casamento isso deixa de existir, como casal é sempre necessário comunicar ao outro sobre possíveis atrasos para o jantar, reuniões de final de semana ou qualquer outro compromisso que tenha deverão ser comunicados ou seu cônjuge. 

Como reverter: Criem formas de manter suas agendas compartilhadas, seja através de aplicativos que sincronizam as agendas ou a tradicional planner mensal colocado na porta da geladeira com horários de compromissos de toda família. E lembre-se imprevistos acontecem e não estarão listados em sua agenda então uma ligação rápida para informar o cônjuge é sempre bem-vinda. 

3. Não separam tempo para namorar. 

Não adianta colocar a culpa no cansaço, na agenda lotada ou na falta de dinheiro. Colegas de quarto não namoram, casais casados sim (ou pelo menos deveriam). Não há como manter a faísca romântica acesa no casamento se o casal não se dispuser a investir seriamente nessa área. 

Como reverter: literalmente agendem tempo para namorar, isso pode parecer impessoal e pouco romântico, mas acredite para muitos casais essa é a solução. Agende uma noite onde possam fazer uma programação a dois e cumpram esse compromisso. Nada de marcar outra coisa neste dia, ele já está reservado para a pessoa mais importante de sua vida. Não precisa sai para jantar fora todas as vezes, mas quando decidirem ficar em casa ainda continua sendo o tempo do casal. 

4. Buscar apoio emocional em outras pessoas. 

Colegas de quarto quando estão passando por algum problema buscam outras pessoas com quem se aconselhar e conversar. No casamento isso não funciona. 
Seu cônjuge deve ser seu maior confidente, é a ele/ela que você deve contar seus medos, frustrações, sonhos e planos. 

Como resolver: Muitos casais têm dificuldade para conversar sobre assuntos que não estejam relacionados as praticidades do dia a dia e é exatamente este comportamento que os distancia. Quanto mais temos liberdade de compartilhar com nosso cônjuge como nos sentimos mais íntimos ficamos dele. Assista esse vídeo com 5 sinais de um casamento saudável. 

Perceba que é natural com o passar dos anos o casamento amadurecer e o nível de amizade com o cônjuge tornar-se cada vez mais sólido. O que não pode ocorrer é deixar de enxergar seu marido ou esposa com os olhos de um(a) amante que deseja, conquista e seduz. 

2 comentários:

O que você pensa é importante para nós. Deixe aqui seu comentário.

Postagens relacionadas