quarta-feira, 8 de março de 2017

Síndrome de Adão ou Arão? - devocional para casais


Provavelmente você já deve ter ouvido falar sobre a "síndrome de Adão", é um termo usado quando alguém tem sempre alguém para por a culpa quando confrontado com suas atitudes. Da mesma maneira que Adão não assumiu sua culpa em comer do fruto proibido transferindo assim a sua responsabilidade, muitos casais assumem esse tipo de comportamento em seu casamento.

Mas e se eu te contar que existe outra "síndrome" rondando os casamentos por aí. Sim, é a síndrome de Arão. É aquela pessoa que tem sempre a clássica resposta: "não fui eu que fiz isso." Quando Arão foi confrontado por Moisés a cerca do bezerro de ouro, ele responde: "Então eu lhes disse: Quem tiver enfeites de ouro, traga-os para mim. O povo trouxe-me o ouro, eu o joguei no fogo e surgiu esse bezerro!" (Êx 32:24) Que resposta criativa essa, não?! Tipo: eu não fiz nada aconteceu sozinho 😳

Infelizmente os dois comportamentos são similares e ambos perigosos de serem copiados.
Precisamos aprender a reconhecer nossa culpa e nossos erros sem tentar transferi-los para ninguém e também precisamos assumir quando tomamos uma atitude errada e não fugir da responsabilidade.

Somos seres humanos e sim, vamos falhar e errar muito em nossa jornada da vida e isto se torna muito evidente em nosso casamento principalmente para o nosso cônjuge que é a pessoa que convive conosco 24/7.

Por este motivo precisamos da graça redentora de Jesus sobre nós para que possamos humildemente reconhecer nosso erros e pecados primeiramente para Ele e em sequência para o nosso cônjuge.

Para refletir:

Analisando seu comportamento você tem sido mais parecido com Adão(transferindo a culpa) ou Arão (se isentando da culpa)?

O que pretende fazer a partir de hoje para romper com esse padrão de comportamento?

Como seu cônjuge pode ajudar nesse processo de transformação

Orem juntos para que Deus os fortaleça e permita que possam crescer aprendendo a reconhecer suas faltas.

Nenhum comentário:

Postar um comentário

O que você pensa é importante para nós. Deixe aqui seu comentário.