terça-feira, 2 de fevereiro de 2016

Curso de escutatória


Esses dias me deparei com uma frase de Rubem Alves:

"Sempre vejo anunciados cursos de oratória. Nunca vi anunciado curso de escutatória. Todo mundo quer aprender a falar. Ninguém quer aprender a ouvir."

Achei fantástico! E se existe um lugar onde deveríamos praticar mais a arte de escutar é no casamento.

Já parou para pensar quantas vezes você responde seu cônjuge antes que ele termine de falar?

Se observássemos com um pouco mais de atenção o que a Bíblia nos ensina saberíamos que "Quem responde antes de ouvir, comete insensatez e passa vergonha." Provérbios 18:13

Já contou a quantidade de vezes em que você fala com seu cônjuge e ele ou ela respondem com um aceno de cabeça mas não fazem a mínima ideia do que você está falando?
Já contou o número de vezes que você também faz isso (te peguei hein!)
E dia após dia, ano após ano vamos cometendo os mesmos erros pela pura e simples falta de saber ouvir ou melhor escutar.
É isso mesmo, vamos "brincando" de ouvir nosso marido ou esposa quando na verdade não o/a escutamos.

Sim exite diferença entre ouvir e escutar. Veja o que diz o site educação:

"Ouvir refere-se aos sentidos da audição. A pessoa ouve apenas, mas pode ou não interpreta a comunicação.
Escutar requer mais que ouvir, ou seja, a pessoa tem que prestar atenção ao assunto, entender do que se trata, perceber o que foi dito, sentir as palavras, memorizar o assunto, opinar, levar em consideração e agir ou não em conformidade."

Ou seja podemos até ser mestres em ouvir mas escutar..... ah isso já não garanto.

Por isso me coloco a favor do "curso de escutatória". Precisamos urgentemente aprender a escutar o nosso cônjuge com atenção, precisamos estar na posição de quem se importa com o que o outro está dizendo, percebendo suas palavras e considerando sua fala.

E aí será que vocês estão precisando também deste curso?

Nenhum comentário:

Postar um comentário

O que você pensa é importante para nós. Deixe aqui seu comentário.