terça-feira, 17 de outubro de 2017

Falando mal de si mesmo


Privacidade!!!

Parece que em tempos de redes sociais isso é algo que tem se tornado um tanto "fora de moda". Praticamente tudo vai parar nas postagens e quase nenhuma seleção é feita. Talvez por essa razão cada vez mais cresce o número de homens e mulheres que falam mal do cônjuge em suas rodas de conversa.

Não são raros os casos onde observo mulheres conversando em praças de alimentação e ouço uma delas denegrindo por completo a imagem do seu marido para suas expectadoras (me recuso a dizer que são amigas, afinal amiga de verdade iria impedir tal comportamento). Por outro lado algo que não é muito comum ao comportamento masculino (falar sobre seu relacionamento com outros homens), infelizmente está começando a ficar "normal"  caminhar por este terreno de criticar suas esposas na frente de outros.

O que acredito que estes maridos e esposas não percebem, e isso vale para você se tem esse mesmo tipo de comportamento é: quando se faz críticas ao cônjuge e nos referimos a ele/ela de forma depreciativa para outras pessoas na verdade está criticando a si mesmo.

Vou lembrar-lhe de algo caso tenha esquecido:

"Por isso deixará o homem a seu pai e a sua mãe, e unir-se-á a sua mulher, E serão os dois uma só carne; e assim já não serão dois, mas uma só carne. Marcos 10:7,8

Quando você casou, o seu cônjuge passou a ser um com você, desta maneira quando se está falando mal do cônjuge na verdade está falando mais sobre si mesmo do que imagina.

Não se deve sair por aí falando do comportamento do cônjuge sem o menor constrangimento. O relacionamento entre marido e esposa deve ser o mais discreto possível em relação as outras pessoas.

Leia:

" Nenhuma palavra torpe saia da boca de vocês, mas apenas a que for útil para edificar os outros, conforme a necessidade, para que conceda graça aos que a ouvem." Efésios 4.9

Algumas semanas atrás falei sobre este versículo aplicado em um outro contexto mas ele também cabe aqui perfeitamente. Deus espera que dos seus lábios jorrem bençãos e graça para os que a ouvem, exaltar os defeitos do seu cônjuge fazendo com que a imagem dele/dela fique distorcida para outras pessoas em nada se assemelha a um falar que edifica.

Então se não puder falar bem do seu cônjuge, não fale nada.

Veja bem, não estou dizendo que você não deva buscar ajuda para seu casamento caso esteja enfrentando algum tipo de dificuldade. A questão é saber onde buscar ajuda que vá realmente favorecer e beneficiar seu casamento como por exemplo, terapia de casais e aconselhamento pastoral específicos na área de relacionamento conjugal.

Então da próxima vez pensar em começar a falar mal do seu cônjuge para alguém lembre-se que estará falando mal de si mesmo.

Em Cristo,
Susi

Nenhum comentário:

Postar um comentário

O que você pensa é importante para nós. Deixe aqui seu comentário.