terça-feira, 3 de julho de 2018

Perdoar e esquecer?


Talvez uma das questões mais difíceis dos ensinamentos de Jesus para praticarmos é o perdão. Perdoar envolve tanto do nosso ser que muitas vezes simplesmente não sabemos como é possível fazê-loO que sei, é que Jesus nunca nos pediria algo que fosse impossível de praticar. 

Mas apesar de saber que devemos perdoar como perdoar? 

O que a maioria de nós não entende é que perdoar e esquecer são duas ações distintas, quando Jesus nos pede para perdoarmos o nosso ofensor não está pedindo para “deletarmos” a ofensa, Ele não nos fez com botão de delete. O que Ele nos pede é para libertar a outra pessoa pelo dano que causou. Talvez esta seja uma das razões pelas quais achamos difícil entender o perdão e saber se realmente perdoamos, já que ao vermos a pessoa que nos ofendeu muitas vezes vem a nossa memória toda situação novamente e ficamos confusas sem saber se perdoamos ou não aquela pessoa. 

O erro aqui é pensar que perdoar e esquecer caminham de mãos dadas e isso não é verdade. 

O perdão é como um remédio na ferida(ofensa), ela irá limpá-la, removerá toda impureza que pode causar infecção (na alma) e permitirá que a ferida cicatrize; mas ele não removerá a cicatriz (lembrança). 
Gosto sempre de usar a analogia de uma cicatriz pois para mim funciona muito bem. Por exemplo, tenho uma cicatriz em meu cotovelo, lembro como a adquiri, lembro o dia que aconteceu, lembro que doeu muito no momento, mas hoje... Hoje ela está aqui apenas como lembrete do acidente mas sem dor alguma. 

Mas como perdoar no casamento? 

No casamento praticar o perdão é essencial se desejarmos um relacionamento saudável e duradouro. Você precisará perdoar seu cônjuge talvez mais vezes do que gostaria, porém lembre-se ele (ou ela) também terá que liberar perdão pra você. 
Algumas situações irão exigir de você um pouco mais para que esse perdão aconteça quando por exemplo sua confiança foi traída, mas mesmo em casos assim perdoar não é impossível. 

O passo principal que você precisa dar em relação ao perdão é orar. 


Entregar a Deus a situação é o início da cura. Deus sabe como você se sente e como seus sentimentos foram feridos, no entanto o desejo dEle é não permitir que isto lhe aprisione. Isso mesmo, reter o perdão é como manter o ofensor em um cárcere sendo que você também está presa com ele. 

Liberar perdão é estender a graça que também nos foi oferecida pelo nosso Salvador que perdoou nossas faltas e cancelou nossas culpas. É saber que perdoar não é desculpar a dor que o outro nos causou e sim não permitir que essa dor nos domine. 
Assim o melhor caminho para o perdão é chegar a Deus em oração e suplicar de todo coração pela situação que está atravessando. É fazer isso não apenas uma ou duas vezes, mas tantas quantas forem necessárias até o seu coração ser curado. 

Lembra da ferida? Dependendo da profundidade do corte ela vai demorar mais para cicatrizar, mas o importante é que ela vai cicatrizar. 

Não sei que situação você vive no momento mas quero te encorajar a dar um passo em direção ao Salvador e liberar perdão para as pessoas que te ofenderam e se uma dessas pessoas é o seu cônjuge você tem uma razão ainda maior para buscar a cura para suas emoções. 

Em Cristo, Susi.

Nenhum comentário:

Postar um comentário

O que você pensa é importante para nós. Deixe aqui seu comentário.

Postagens relacionadas