terça-feira, 17 de abril de 2018

8 conselhos para consertar problemas no casamento


Como andam as coisas no seu casamento? Pode ser que esteja tudo bem mas sempre tem aquela "coisinha" que gostaríamos de melhorar ou pode ser que tudo esteja tão difícil que a única coisa parece ser a solução é o divórcio.

Eu gostaria de compartilhar algo com você e seu cônjuge que pode certamente começar a mudar seu casamento e trazê-lo par um lugar de restauração e vida. Nestas palavras que você lerá a seguir encontra-se uma forma de consertar os problemas no casamento. Gostaria de tentar?

"completem a minha alegria, tendo o mesmo modo de pensar, o mesmo amor, um só espírito e uma só atitude. Nada façam por ambição egoísta ou por vaidade, mas humildemente considerem os outros superiores a si mesmos. Cada um cuide, não somente dos seus interesses, mas também dos interesses dos outros." Filipenses 2:2-4

Nestes 3 versículos de Felipenses encontramos 8 maneiras de consertar problemas no casamento e permitir que você e seu cônjuge passem a desfrutar de uma nossa dimensão em sua vida a dois.

1. Tenham o mesmo modo de pensar. Pode parecer difícil se você tomar este conselho como pensar da mesma forma. Dois seres humanos distintos não tem realmente como pensar a mesma coisa, o convite feito aqui é para pensarem na mesma direção. Veja bem, não é pensar igual mas pensar juntos no mesmo propósito é mesmo tendo pontos de vista diferentes respeitarem suas diferenças e escolherem andar na mesma direção.

2. Tenham o mesmo amor. Fala sobre  o amor recíproco, o amor incondicional. Esse convite é um vínculo poderoso para consertar os problemas que surgirem no casamento e desenvolver esse tipo de amor só é possível através de Cristo em nós. O Senhor nos ama não por causa de algo mas apesar das nossas faltas e é dessa forma que devemos demonstrar amor ao nosso cônjuge amando apesar de suas fraquezas.

3. Tenham um só espírito. O casal que desenvolve intimidade espiritual torna-se extremamente forte contra as adversidades da vida. É a disposição de crescerem juntos espiritualmente ainda que estejam em níveis de crescimento diferente.

4. Tenham uma só atitude. Aqui encontramos um conselho que se praticado no casamento evitaria uma grande porção de aborrecimentos e desentendimentos. Ter uma mesma atitude passa por um bom diálogo, no ponto um vimos o que é ter um mesmo modo de pensar e para ter uma só atitude o casal precisa conversar para concordarem sobre como agir. Veja um exemplo: o marido deseja que os filhos estudem período integral, já a esposa prefere que estudem apenas meio período. Como então ter a mesma atitude aqui e evitar o conflito? Através do diálogo. Marido e esposa irão expor suas razões sobre o desejo de cada um e em unidade irão decidir qual decisão será a melhor para a família. Aqui não se trata de ganhar uma questão tipo "vou defender minha vontade até que seja feita" mas juntos decidirem pelo bem da família sabendo que assim todos ganham, ninguém perde.

5. Não tenham ambição egoísta. Ela é motivada por rivalidade e sentimento de superioridade. Seu cônjuge não é seu rival é seu(ua) parceiro(a) vocês estão no mesmo time. O egoísmo é contrário ao amor, pensar só em si mesmo não levando em conta os sentimentos do cônjuge é trabalhar para ruína do casamento.

6. Não tenham vaidade. O significado de vaidade já deveria deixar um alerta para passar longe dela: qualidade do que é vazio, firmado sobre aparência ilusória. Não estou aqui falando sobre cuidados pessoais esses sim contribuem para o fortalecimento do casamento, uma mulher e um homem devem sim cuidar da aparência como forma de presentear o seu cônjuge. A vaidade destrutiva é aquela que fica centrada na necessidade de holofotes sobre si, uma vida onde exige que tudo e todos girem em torno de satisfazer suas vontades e caprichos. Afaste-se da vaidade e estará contribuindo para consertar o seu casamento.

7. Considere o outro superior a você mesmo. Este ponto nos leva a considerar o ponto anterior, quando colocamos nosso cônjuge acima de nós mesmos não damos lugar a vaidade ou ambição egoísta. No casamento quando marido e mulher estão dispostos a investir no bem-estar do cônjuge o casamento começa a florir dia a dia.

8. Cuide dos interesses do outro. Esse último trecho vem consolidar o anterior, quando os interesses do seu cônjuge são considerados isso fortalecerá seu casamento. Somos, por natureza pecaminosa, naturalmente egoístas queremos ser os primeiros em tudo. Desde criança não queremos ser os últimos da fila ou os últimos a serem escolhidos no time. Porém o Senhor nos alerta que devemos sempre levar os interesses dos outros em consideração. Observe que este versículo diz não cuide apenas dos interesses dos outros ele diz cuide não somente dos seus interesses, isso significa que não é errado você cuidar de suas coisas, de seus gostos e suas preferências mas que os interesses do seu cônjuge também devem ser levados em consideração.

Eu acredito que se você e seu cônjuge se dispuserem a ler e aplicar estes oito conselhos muitas áreas do casamento de vocês certamente será consertado.

Precisa de aconselhamento mais específico envie um e-mail para nosso ministério ministerioenlace@hotmail.com.br

Nenhum comentário:

Postar um comentário

O que você pensa é importante para nós. Deixe aqui seu comentário.