terça-feira, 5 de setembro de 2017

Casamento em crise e orações não respondidas


Muitas vezes o casamento pode parecer um terreno árido e seco quando o relacionamento conjugal esta debaixo de fortes pressões e cada um dos cônjuges insiste em ter a razão. Talvez você tenha chegado até aqui e começou a ler estas linhas buscando saber se ainda existe solução para uma restauração em seu casamento.

Em algum momento, você não sabe ao certo quando, a pessoa com quem se casou transformou-se em alguém que você provavelmente jamais casaria e certamente não sabe se há realmente alguma coisa que possa ser feita para encontrar a pessoa com quem se casou.

Eu tenho algo do coração de Deus para compartilhar ao seu coração:

"....; um coração quebrantado e contrito, ó Deus, não desprezarás." Salmos 51:17

Qual é o estado do seu coração? Em diversos momentos no casamento somos tentadas a observar apenas o lado ruim das coisas e dificilmente este lado ruim tem haver conosco. Sempre é o nosso cônjuge que tem tornado nossa vida e o casamento tão difíceis de se viver. Será mesmo verdade?
O que deixamos de perceber quando estamos vivenciando crises no casamento é a postura do nosso coração. Até mesmo ao dirigirmos nossas oraçãoes a Deus não conseguimos enxergar com clareza.
Creditar toda culpa dos problemas do seu casamento ao seu cônjuge torna sua vida muito mais fácil não acha?

O versículo que lemos acima diz que Deus não desprezará um coração contrito. Você sabe qual o contrário de contrito?

Altivo, obstinado.

Agora veja o que Deus diz acerca dos que tem coração altivo:

"Abominação é ao Senhor todo o altivo de coração; não ficará impune mesmo de mãos postas." Provérbios 16:5

Se ao chegar diante de Deus para apresentar seu casamento, a sua postura é de arrogância e altivez, querendo "convencer a Deus" que todo problema é seu cônjuge, é possível que você continue sem respostas.

Não estou querendo lhe convencer que seu cônjuge não tem a parcela de culpa no problema, pode até ser que seja uma parcela ainda maior que a sua, mas essa não é a questão.

A grande questão é que devemos apresentar nosso coração em arrependimento a Deus reconhecendo nossa fraqueza para melhorar nosso casamento por nós mesmos. É pedir a Deus a direção sobre como transformar a situação e reverter o quadro. Não é apresentar a lista de falhas do cônjuge mas olhar para si mesma e colocar diante de Deus as próprias faltas e permitir que o seu coração seja inundado pelo amor de Deus a ponto de transbordar e alcançar a vida do seu cônjuge.

Tenha certeza que agindo assim Deus trabalhará em seu favor e também em seu casamento.

Em Cristo,
Susi

Nenhum comentário:

Postar um comentário

O que você pensa é importante para nós. Deixe aqui seu comentário.