quarta-feira, 21 de setembro de 2016

Expressando o amor


"Ainda que eu fale as línguas dos homens e dos anjos, se não tiver amor, serei como o sino que ressoa ou como o prato que retine." 1 Coríntios 13:1

Quando falamos sobre casamento certamente estamos falando de amor. E quando falamos de amor sempre pensamos na expressão do amor romântico, poético e lírico. Quase conseguimos ver corações saltando da página ou aquele emoticon apaixonado, não é?

Mas precisamos aprender a não apenas falar de amor, mas falar com amor.

Estava meditando nesta passagem de 1 Coríntios e percebi uma nova abordagem para este versículo ( isto me fascina na Bíblia lemos o mesmo versículo várias vezes e ele sempre revela algo novo para nós).
No casamento muitas vezes deixamos passar desapercebido alguns detalhes importantes que fazem a diferença e podem abençoar ainda mais nosso casamento. Um desses detalhes é forma como nos comunicamos com nosso cônjuge.

Muitos casais reclamam por não terem diálogo no casamento mas infelizmente um parte dos que conseguem conversar fazem isso sem colocar amor em suas palavras. As palavras devem ser sempre temperadas com sal (Cl 4.6) e existiria tempero melhor para as palavras que o amor?

O apóstolo Paulo nos mostra que o amor é o que dá sentido e força ao que fazemos. Muitas vezes a maioria dos atritos que você tem vivido em seu casamento é pelo uso das palavras sem amor.
O amor é doce e poético, mas também é forte. É preciso força para ser paciente, tolerante, não guardar mágoas e ressentimentos. É preciso força para temperar as palavras. Para falar ao invés de gritar, para propôr ao invés de impor, para abençoar e não ferir.

Por isso o meu convite para você hoje é busque em Deus, que é o amor (1 Jo 4.8), a força para a hoje, sempre e em todos os dias do seu casamento dirigir ao seu marido ou esposa palavras cheias de amor. Mesmo quando precisar descordar que saiba fazer isso com amor.


Nenhum comentário:

Postar um comentário

O que você pensa é importante para nós. Deixe aqui seu comentário.