quinta-feira, 15 de setembro de 2016

A mulher cristã e a fofoca


Não acho que você está lendo esta postagem surpresa com o título, algo do tipo: "mulher cristã fofocando?! Nunca!"

Sei que você sabe que esta é uma triste realidade no meio cristão e que já está na hora de começarmos a tomar uma posição contra este pecado, e não digo para sair por aí repreendendo as "fofoqueiras de plantão" que conhece, mas para começarmos a olhar para nós mesmas e extirparmos esse mal da nossa própria vida.

Já posso escutar você dizendo: "Calma aí Susi, eu não sou fofoqueira não!"

Talvez não seja mesmo, eu acredito em você. Mas será que muitas vezes não acabamos alimentando as mulheres que são?

Primeiro vamos definir, ou melhor, deixar
que o dicionário webster defina fofoca: "uma pessoa que habitualmente revela fatos pessoais ou sensacionalistas sobre os outros."

Agora amiga, sejamos sinceras, quantas de nós não agimos como fofoqueiras diante de algumas situações e se não somos as que fazemos somos as que ouvimos. Isto é triste.

Sabe aquele pretenso pedido de oração que na verdade é para poder contar a vida de alguém?
"Meninas quero pedir oração pela vida de fulaninha porque ela....."

Daí conta a vida da outra pessoa e expõe o problema que ela está passando usando a falsa capa de um pedido de oração.

E aqui está outro ponto que precisamos observar, muitas vezes não somos as que fazem fofocas, mas somos as que emprestam os ouvidos as fofoqueiras. Tão triste quanto fazer fofoca é ouvi-la.

Olhe o que diz a Palavra de Deus: "Tornaram-se cheios de toda sorte de injustiça, maldade, ganância e depravação. Estão cheios de inveja, homicídio, rivalidades, engano e malícia. São bisbilhoteiros, caluniadores, inimigos de Deus,Embora conheçam o justo decreto de Deus, de que as pessoas que praticam tais coisas merecem a morte, não somente continuam a praticá-las, mas também aprovam aqueles que as praticam." Romanos 1:29,30-32

Acho que muito desse comportamento é incentivado pelo que lemos ou assistimos. Conheço muitas mulheres que passam suas tardes em frente a programas de TV que fazem fofocas das "celebridades"  e chamam isso de diversão. Outras compram as revistas que trazem o mesmo propósito. Queridas este tipo de comportamento irá produzir em você o senso de que a fofoca é algo normal e natural. E não é!

Veja outra advertência feita pelo apóstolo Paulo: "Além disso, aprendem a ficar ociosas, andando de casa em casa; e não se tornam apenas ociosas, mas também fofoqueiras e indiscretas, falando coisas que não devem." 1 Timóteo 5:13

Então amiga vamos não apenas cuidar para que não sejamos fofoqueiras mas também para não nos envolvermos com quem as faz. Deus nos chamou para sermos mulheres virtuosas que semeiam luz por onde passam e trazem glória ao Seu nome.

Dá próxima vez que for tentada a falar sobre alguém imagine se continuaria falando do mesmo modo se a pessoa envolvida estivesse presente. E também quando alguém vier fazer algum tipo de fofoca retire-se da conversa não participe e não incentive esse comportamento.

"Evite as conversas inúteis e profanas, pois os que se dão a isso prosseguem cada vez mais para a impiedade." 2 Timóteo 2:16

Nenhum comentário:

Postar um comentário

O que você pensa é importante para nós. Deixe aqui seu comentário.