terça-feira, 3 de maio de 2016

Sobre o que os casais não podem deixar de conversar?


Na maioria das vezes confundimos a nossa conversa trivial do dia-a-dia com nosso cônjuge como sendo o suficiente para achar que a comunicação está indo bem no casamento (por que será que isso mas parece pensamento masculino? risos)

Todos os dias falamos com nosso cônjuge sobre contas a pagar, filhos, o que vai ter para o jantar (olha os homens por aqui novamente) e outros assuntos corriqueiros.

Mas vocês precisam entender que para um casamento mais forte onde exista um elo maior de intimidade o diálogo de assuntos relevantes precisa estar presente.

Na maioria das vezes a queixa de falta de diálogo no casamento ocorre por parte das mulheres. Vou explicar.

A mulher foi criada por Deus tendo o lado relacional mas aguçado que a maioria dos homens. É característica da mulher desejar interagir, aprofundar relações através do diálogo.
É muito mais simples e natural para uma mulher expor seus sentimentos (com algumas exceções, é claro) do que para os homens (aqui também há exceções).

Sendo assim, no casamento é preciso treino, isso mesmo, treino para adquirirem a prática e o hábito de manterem diálogos profundos que fortalecerão seu relacionamento.

Mas como começar?

Uma forma de começar a praticar o diálogo entre o casal é primeiramente separando um tempo a sós. Pode ser antes de dormir ou qualquer outro momento que vocês possam desfrutar a sós um do outro.

Escolham temas mais simples no começo como alguma coisa que aconteceu que fez você se sentir bem ou algum desapontamento que teve durante o dia e por que você se sentiu assim. Tentem falar como se sentem com a situação, não relatar como a situação aconteceu.

Dando esses primeiros passos no caminho para conversarem abertamente sobre seus sentimentos logo poderão conversar sobre tópicos mais estressantes sem acabar em uma discussão pois irão ter aprendido a ouvir sobre os sentimentos um do outro e respeitá-los.

Então comecem hoje mesmo a buscar uma intimidade através do diálogo.

Nenhum comentário:

Postar um comentário

O que você pensa é importante para nós. Deixe aqui seu comentário.