quarta-feira, 25 de maio de 2016

Quando o casamento está desmoronando - Devocional para casais


"..."Não tenham medo. Fiquem firmes e vejam o livramento que o Senhor lhes trará hoje, porque vocês nunca mais verão os egípcios que hoje vêem." Êxodo 14:13 (NVI)

A nossa primeira reação ao percebermos que um navio está naufragando é bem obvia, sair dele o quanto antes. Mas nem sempre essa é a decisão mais sábia. Por ocasião do naufrágio do Titanic muitas pessoas ficaram no navio o máximo de tempo que conseguiram (já que não haviam botes salva-vidas para toda tripulação), pois pular na água cedo demais seria antecipar a morte.

Devemos ter isto em mente a respeito do nosso casamento. Quando os problemas surgem, e eles vão surgir, devemos lembrar o que Moisés disse quando o povo estava sendo perseguido por faraó: fiquem firmes!

Ficar firme quando tudo vai bem é muito simples, difícil é manter a firmeza quando as coisas começam a desmoronar. Diferente do Titanic, temos sempre a nossa disposição o nosso salva-vidas, Jesus Cristo, que está sempre pronto a estender a mão e nos resgatar das dificuldades que enfrentamos.

A palavra de Moisés foi clara, fiquem firmes - em outra tradução diz estai quietos. Não sei qual o problema que pode estar ameaçando seu casamento mas uma coisa posso afirmar para você, mantenha-se firme, fique quieto(a) e não tenha medo.

Sabe por quê? Porque os inimigos que agora você está vendo tentando destruir seu casamento (finanças, problemas de saúde, problemas com filhos etc) nunca mais o vereis. Foi isto que Moisés disse e é isso que acontecerá com você se tão somente entregar seu casamento nas mão de Deus.

"O Senhor lutará por vocês; tão-somente acalmem-se". Êxodo 14:14

Deixe o que está afligindo seu casamento nas mão de Deus, deixe que Ele lute sua causa. Existe o momento de agir mas existe também o momento de ficar firme e aquietar-se deixando Deus fazer o que deve ser feito.

Confie. Vocês vão vencer!

Nenhum comentário:

Postar um comentário

O que você pensa é importante para nós. Deixe aqui seu comentário.