terça-feira, 12 de abril de 2016

Depois de dizer: eu aceito.


Não sei você já parou para pensar como essas duas palavras mudaram sua vida. Não importa se você as disse a poucos dias ou se já se passaram anos desde que pronunciou estas palavras.

Elas realmente mudaram sua vida ou pelo menos deveriam.

Há quase 24 anos atrás eu disse estas palavras e, com certeza, naquele dia eu não tinha a mínima ideia do que realmente significavam e de como afetariam minha vida a partir dali.

Quando decidimos aceitar nos comprometer com nosso cônjuge precisamos considerar alguns fatos.

1. A decisão foi sua. Ninguém é forçado a casar, não mais hoje em dia e em nossa cultura ocidental. Por mais que muitas vezes as pessoas ou circunstância queiram nos impor o compromisso do casamento, no final a escolha é sempre sua. Foi você quem decidiu dizer "eu aceito."

2. Você fez um compromisso a longo prazo. Já parou para observar que normalmente a pergunta: "João aceita Maria como sua legítima esposa?" Ou "Maria aceita João como seu legítimo marido?" só é feita após a leitura dos votos? Sim, aqueles tão famosos e conhecidos na saúde e na doença, na riqueza e na pobreza.....
Sabe porque eles são feitos antes da pergunta e não depois? É para dar um tempinho para você refletir no que vai estar se metendo e pular fora enquanto é tempo (risos)

Brincadeirinhas a parte, na verdade os votos são lidos antes da pergunta "você aceita?" justamente para lembra-lhe que está para assumir um compromisso com alguém a partir daquele momento e que se espera que você cumpra com eles após assumi-lo.

3. Você está apenas no começo de uma construção que durará "até que a morte os separe". Após dizer "eu aceito" você está começando uma jornada incrivelmente maravilhosa e desafiadora em sua vida. Você se comprometeu a unir sua vida com outra pessoa e a dividir com ela alegrias e frustrações. Vai compreender que um casamento forte não acontece de forma rápida e fácil, mas que requer tempo, esforço e comprometimento.

Dependendo do tempo de casamento que tem já descobriu como existem dias fáceis de manter o "eu aceito" e em outros sabe o esforço que é necessário fazer para mantê-lo. Mas sabe o que eu acho incrível sobre isto tudo?

Eu faria tudo novamente. E você provavelmente também.

Claro que se pudêssemos corrigir algumas coisas da jornada, mas relacionadas até mesmo com nossas próprias imperfeições - o faríamos, mas sim eu diria ao meu esposo "eu aceito" novamente.

O casamento é extremamente gratificante, consegue trazer a tona o melhor e o pior de nós mesmos, nos faz aprender a enxergar além do "eu" e começar a ver quão bom é o "nós". É poder dormir e acordar todos os dias ao lado do melhor amigo(a), é planejar o futuro em conjunto e não mais sozinha(o), e o mais importante é fazer parte de um relacionamento na Terra que exemplifica o relacionamento de Cristo com sua Noiva.

Ou seja, muita coisa acontece em nossas vidas depois que escolhemos dizer "eu aceito" mas com certeza está jornada pode ser a melhor experiência de sua vida.

Acredite. Invista. Viva.

Nenhum comentário:

Postar um comentário

O que você pensa é importante para nós. Deixe aqui seu comentário.