terça-feira, 22 de março de 2016

5 áreas de conflito no casamento


Não existe casamento perfeito. Todos os casais brigam, discordam e possuem áreas de conflito. Mas nem sempre os casais que brigam estão vivendo um mal casamento. Se os conflitos forem discutidos de forma correta irão aproximar o casal ao invés de distanciá-los.

O que precisamos aprender é reconhecer algumas áreas de maior conflito no casamento e aprender a lidar com elas. Hoje quero falar com você sobre 5 dessas áreas que são causadoras de conflitos e discussões no casamento e como conversar de maneira saudável sobre elas. Vejamos:

1. Dinheiro. Uma área extremamente delicada e que quase sempre levam os casais a grandes brigas é o dinheiro. Seja a falta dele ou a inabilidade para geri-lo de forma adequada ou ainda o pensamento de que após o casamento existe "meu" dinheiro e "seu" dinheiro. Quando nos tornamos uma só carne, as nossas contas bancárias também se fundem e automaticamente passam a ser "nosso" dinheiro. Por este motivo esta é uma área delicada para muitos casais porque a maioria foi educada financeiramente de formas diferentes, isto quando foram educadas. Para minimizar esta área de conflito comecem a fazer um panejamento financeiro juntos, anotando quanto ganham bem como suas despesas fixas e variáveis. Negociem sobre quanto podem gastar e investir e como vão fazê-lo. Sempre juntos e em acordo.

2. Comunicação. Uma das maiores queixas entre os casais está a falta de diálogo. Algo do tipo: "Você nunca quer conversar!" ou "Você nunca ouve o que tenho a dizer!"
Uma sugestão para solucionar esta área de conflito é não assistam TV durante as refeições e separar no mínimo 30 minutos para um momento de conversa a dois enquanto desfrutam de uma xícara de café.

3. Sexo. Por incrível que pareça a maior reclamação dos casais em relação a está área é não ter tempo para fazê-lo. Com as agendas cada vez mais lotadas é comum os casais, ou um deles e aí reside o conflito, não possuírem energia suficiente para se dedicarem um ao outro. Uma maneira simples para amenizar esta questão é: planejamento. Isso mesmo, já mencionei aqui em outras postagens que muitas vezes os casais precisam agendar o momento de intimidade sexual se desejam manter a "chama acesa". Pode até parecer que vai perder a espontaneidade, mas o planejamento não mata a espontaneidade ele apenas vai impulsionar a tê-la.

4. Filhos. O mais interessante é que os conflitos sobre os filhos envolve o amor que se tem por eles. Infelizmente muitos casais se distanciam após o nascimento dos filhos, isso muitas vezes acontece porque a mãe começa a viver em função dos seus pequenos e passa a tratá-los como parte mais importante do seu casamento esquecendo-se que um dias os pequenos crescem ganham asas e voam para construir seus próprios ninhos. Aprendam como casal a dividir as responsabilidades sobre a criação dos filhos juntos e também a reservarem um tempo a sós como casal depois do nascimento deles, ainda que isto implique na contratação de uma babá uma vez por semana para que vocês tenham um tempo como marido e mulher. Lembre-se o melhor presente que os pais podem apresentar aos filhos é um relacionamento saudável entre ambos.

5. Prioridades. Pode parecer estranho dizer que as prioridades são a causa de conflitos entre casais já que eles escolheram passar uma vida juntos. O grande problema é que por exemplo prioridade para esposa pode ser seu marido passar mais tempo com ela e com os filhos e pode ficar chateada quando ele prioriza o trabalho e os amigos, sendo que para ele essas prioridades estão boas assim. O que cada casal precisa pensar antes de entrar em conflito sobre as prioridades é que a maior prioridade do casal deve ser o amor. Juntos podem analisar o que cada um considera importante e chegarem a um acordo de priorizarem as mesmas coisas em benefício do relacionamento. Afinal o amor não é egoísta.

Bom o que precisamos tomar como base após vermos essas 5 áreas de conflito no casamento é que elas mudam sim de casal para casal. Para uns apenas algumas são problema já para outros a lista pode ir além destas 5. O que devemos considerar é que sempre que surgir um conflito no casamento, e eles irão surgir, mantenham a calma e tirem um tempo para conversarem e resolverem a questão sem transformá-la em algo maior do que ela realmente pode ser, discutindo a questão priorizando o amor e bem comum do casal.

Bibliografia para este artigo: Merrill, Mark - Family Minute.  Drs. Les and Leslie Parrott - Relevant Magazine 2013

Nenhum comentário:

Postar um comentário

O que você pensa é importante para nós. Deixe aqui seu comentário.