terça-feira, 28 de julho de 2015

O inimigo não é o seu cônjuge

"pois a nossa luta não é contra pessoas, mas contra os poderes e autoridades, contra os dominadores deste mundo de trevas, contra as forças espirituais do mal nas regiões celestiais."Efésios 6.12

Conviver é difícil. Você já parou para dar uma olhadinha no dicionário para saber o que significa essa palavra? Segundo o dicionário Michaelis conviver é ter convivência, ter intimidade, viver com outrem.

Conviver é viver com outra pessoa que não necessariamente vai pensar e agir igual a você e isso certamente vai gerar conflitos. O que precisamos manter em foco é "você e seu cônjuge fazem parte do mesmo time então cuidado para não fazer gol contra."
Querer lutar contra o nosso cônjuge é não reconhecer o real adversário do casamento, é fazer gol contra e querer comemorar o placar. 

Sabe aquelas situações do tipo:

- Por que você pode sair com os amigos enquanto eu tenho que ficar limpando a casa sozinha?"

ou - "Se você pode gastar o dinheiro com maquiagens eu posso comprar acessórios para o carro."

Ou até mesmo manter uma lista sobre quem disciplina mais os filhos, quem gasta mais, quem limpa mais o que precisamos entender é que manter esse tipo de comportamento vai gerando mágoas e ressentimentos um com o outro.

Se desejarmos manter nosso casamento forte e saudável "até que a morte nos separe" precisamos compreender que somos uma equipe e precisamos trabalhar como tal. Trabalho em equipe no casamento exige uma atitude altruísta, sacrificial, e um espírito doador.



Analise a situação do seu casamento pela perspectiva do seu cônjuge por pelo menos um dia. 

A Bíblia diz que a nossa luta não é contra pessoas - ou seja não é contra seu marido ou sua esposa - e sim contra tudo aquilo que quer trazer desentendimento e discórdia para o seu casamento. É contra isso que temos que lutar.

Da próxima vez que sentir necessidade de contabilizar algo contra o seu cônjuge tente lembrar que ele/ela não é o inimigo e sim o problema, foque na questão real.  A unidade é a meta do casamento. Não mesmice em olhar, pensar, agir e acreditar nas mesmas coisas. Mesmice leva um dos cônjuges a ser desnecessário.

O diálogo ainda é a melhor solução quando surgem os problemas, as divergências de opiniões. Se existe algo que seu cônjuge faz que lhe entristece procure um momento para conversarem e orarem a respeito. Na maioria das vezes quando conversarem você começará a entender as perspectivas do outro e ao orarem Deus lhe mostrará a perspectiva dEle para ambos. 

Nenhum comentário:

Postar um comentário

O que você pensa é importante para nós. Deixe aqui seu comentário.