quinta-feira, 28 de maio de 2015

Testemunho eficaz


"Semelhantemente, vós, mulheres, sede sujeitas aos vossos próprios maridos; para que também, se alguns não obedecem à palavra, pelo porte de suas mulheres sejam ganhos sem palavra; Considerando a vossa vida casta, em temor." 1 Pedro 3:1,2

A realidade de mulheres cristãs com maridos não-cristãos é muito comum , mas também muito doída. Infelizmente muitos maridos vivem longe do Senhor. Como a mulher deve agir para demonstrar um bom testemunho para seu marido?

Algumas mulheres, quando aceitam Jesus,  começam a participar de uma série de atividades na sua igreja. Descuidam da aparência e, quando estão em casa, não cansam de condenar as atitudes do marido e pregar para ele.


É compreensível que ele não corresponda as suas expectativas. Repentinamente sua esposa se transformou em uma mulher ocupada, de aparência descuidada e que está sempre apontando para o que ele faz de errado. Ele conclui que a igreja só piorou sua esposa e , diante disso, deduz que ali não deve ser um lugar agradável e questiona se os ensinamentos que são transmitidos são mesmo ricos e eternos.

Por outro lado, se a mulher convertida se torna mais amorosa, prestativa, alegre, disposta, humilde e atenta a liderança do marido, certamente a reação dele será outra. Ela não o condena e vive de forma honesta, respeitosa e dedicada a ele. dessa forma o marido admite que a igreja só fez bem à sua esposa e à sua família. O testemunho calmo e tranquilo dela pode levá-lo a também aceitar Jesus um dia.

A beleza da mulher está em dedicar-se totalmente a Deus seguindo a liderança do marido. pedro cita como exemplo Sara, a esposa de Abraão. Sabemos pela Bíblia que Sara era uma linda mulher. Abraão tinha medo de ser morto por causa da beleza dela.Mas essa linda mulher seguiu seu marido para uma terra distante e desconhecida. ela o acompanhou em toda sua missão e sempre o respeitou. Pedro nos diz: "Sara foi assim; ela obedecia a Abraão e o chamava de 'meu senhor'. Você será agora sua filha se praticar o bem e não tiver medo de nada." 1 Pe 3.6 (NTLH)

A partir deste texto aprendemos que as "filhas de Sara":


  • seguem a liderança do marido (v.1);
  • são honestas e respeitosas (v.2);
  • são bonitas por dentro e por fora (v.3-4);
  • tem um espírito calmo e delicado (v. 4);
  • são dedicadas a Deus e põe nele a sua esperança (v. 5);
  • praticam o bem e não tem medo de nada (v.6).

A prioridade máxima de toda mulher deve ser sempre a sua família. Ela jamais deve deixá-la em segundo plano. É claro que se o marido é cristão e ama sua esposa como Cristo amou a Igreja, tudo fica mais fácil. Quando ele cumpre o seu papel, a mulher sente-se segura e protegida. Mas, mesmo que a situação seja contrária, isso não é justificativa para que mulher não cumpra o seu papel de esposa. Nessas condições, um procedimento adequado se torna ainda mais importante.

A esposa que se esforça para cumprir o seu papel encontrará proteção, realização, segurança, harmonia no lar, dará um bom exemplo aos seus filhos e não defamará a Palavra de Deus. Acima de tudo, pela fé que tem em Cristo, ela receberá a vida eterna das mãos do Senhor.


Texto extraído da Bíblia da família, SBB, Judith e Jaime Kemp - pág. 1316

Nenhum comentário:

Postar um comentário

O que você pensa é importante para nós. Deixe aqui seu comentário.