quinta-feira, 5 de março de 2015

Orando juntos - 8 dicas para começar


Sabemos como é importante orarmos por nosso cônjuge para termos um casamento abençoado. Orar pelo nosso marido ou esposa é um alto investimento no seu casamento.
Mas por que não apenas orar por nosso cônjuge mas também orar com ele?

Todos nós temos razões para não fazermos isso, as desculpas são inúmeras - agendas lotadas, insegurança, falta de comunicação, diferentes níveis de interesse, e interrupções constantes são apenas alguns dos obstáculos que temos que superar se desejarmos orar juntos.  Acrescente a isso o fato de que orar juntos, por vezes, faz com que nos sintamos um pouco estranhas!

Mas, apesar de  no início nos sentirmos desconfortáveis, Deus usa esse tempo de oração para tricotar nossos corações juntos. O poder da oração em conjunto é imensurável e também crucial em nosso casamento!

Para ajudar vocês a começarem aqui vão oito dicas da Erica Dawson que ela escreveu para o site for the family (forthefamily.org)


1. Escolha uma hora.

Como é o caso com a maioria das coisas, se não planejar um tempo para as coisas que queremos fazer, essas coisas não vai acontecer. O mesmo é verdadeiro para orar juntos. Comece escolhendo um tempo que funciona para ambos. Para alguns, a parte da manhã durante o café ou após o almoço funciona melhor; para outros, a hora de dormir é a melhor opção. Decidam juntos e mantenham o propósito para que isso aconteça.

2. Entenda as expectativas.

Se você quer orar por uma hora, e ele está esperando para terminar em 10 minutos, um de vocês vai acabar se sentindo desapontado ou irritado. Planeje com antecedência e conversem sobre isso. Quanto tempo vai durar o nosso  tempo de oração? Quem vai orar em primeiro lugar? Compreender as expectativas de cada um ajuda a prepará-los para o sucesso.

3. Comece com pequenas orações.

Comece com orações curtas até vocês se acostumarem a orar juntos. "Oração pipoca" é um ótimo lugar para começar, porque ela permite que você mantenha cada oração curta - cerca de uma ou duas frases - orando por muitas coisas diferentes. Para alguns casais, a determinação antecipada de quem vai fazer a última oração é útil.

4. Ofereça Graça.

Escolham o seu tempo e fiquem com ele, mas ofereça  graça ao seu cônjuge e a você mesmo, se perder um dia. Este momento de oração é para unir vocês; não permitam que a rigidez venha provocar brigas ou críticas em seu relacionamento.

5. Cresçam lentamente.

Se apenas um de vocês sente-se  confortável orando em voz alta, comece por aí. Se nenhum de vocês sente-se confortável, comecem compartilhando alguns pedidos e, em seguida, orando silenciosamente juntos. Mas não fique aí. Dê um passo de coragem para crescer. Escolha alguns versículos bíblicos ou orações curtas a partir de um livro de orações para ajudá-los a tornarem-se mais à vontade para orar em voz alta.

6. Ouça.

Orar juntos não é algo a feito mecanicamente ou com pressa. É um tempo para ouvir - ouvir o coração de seu cônjuge e de ouvir a voz de Deus! Ouvir requer discernimento, desaceleração  e atenção, e é por isso que vale a pena. Quando vocês orarem juntos, ouçam um ao outro e a Deus.

7. Não faça sermão

Não pregue para outro em sua oração. Você sabe o que quero dizer - é como quando você está sentada ouvindo um sermão e acotovelando seu marido, em vez de discernir como o ponto aplica-se a sua própria vida e coração. Sim, nós podemos fazer isso em nossas orações, também.

8. Não desista.

Não desista - orar juntos pode ser um pouco estranho no começo, mas continue, juntos, e orem para que Deus use esse tempo para tricotar seus corações junto ao dEle.

Orar como casal é incrivelmente valioso e traz resultados surpreendentes. 
E aí vai aceitar o desafio?

Fique com Deus e nos vemos amanhã. 

Nenhum comentário:

Postar um comentário

O que você pensa é importante para nós. Deixe aqui seu comentário.