segunda-feira, 28 de janeiro de 2013

COMO CONSTRUIR UM CASAMENTO FELIZ?

Como construir um casamento que funciona? É a pergunta de muitos casados e daqueles que sonham e idealizam um casamento de sucesso. Eis algumas dicas:

Priorizem o casamento

Muitos priorizam o trabalho, os amigos, os filhos e outras instituições, mas não o cônjuge. Isso é péssimo para o casamento. Depois do relacionamento com Deus, o relacionamento mais importante é o conjugal. Os filhos, o trabalho, os amigos e a igreja são importantes, mas o relacionamento conjugal é o mais importante.

Procurem apreciar constantemente seu cônjuge.

Quantas vezes, numa relação conjugal, só estamos atentos aos erros do outro e nunca vemos o que é belo, o que dignifica, o que nos faz felizes, o que é digno de ser imitado? “O elogio é um fator básico de união em todos os relacionamentos do casamento feliz”, afirmou acertadamente o escritor cristão John Drescher. Procure as atitudes boas do seu cônjuge, verbalize sua apreciação e, assim, estará construindo um casamento de sucesso.

Aprendam a se comunicar

Vivemos na era da comunicação. Temos Internet, satélites, telefones celulares, mas não sabemos comunicar nossos sentimentos, gostos e anseios no casamento. Às vezes, achamos que o outro tem a obrigação de saber o que sentimos, o que nos desagrada e o que nos dá alegria. Ao se comunicar, procure externar os seus sentimentos e não acusar o outro de alguma falha ou atitude.

Resolvam os conflitos com sabedoria

Em todas as relações humanas existem conflitos. No casamento, os conflitos acontecem sistematicamente. O importante, quando os conflitos aparecem, é saber resolvê-los de tal forma que ambos saiam vencedores. Na solução de um conflito, são importantes três atitudes: Disposição para o diálogo, negociar e saber ceder.

Cultivem a intimidade conjugal

Intimidade conjugal é muito mais do que relação sexual. Intimidade é saber os gostos, as preferências, o que causa aborrecimentos, os traumas do passado, os ideais do futuro, a viagem dos sonhos, os nomes dos amigos do cônjuge. Quantos estão casados há anos, mas não sabem coisas mínimas do outro, como por exemplo, a refeição preferida?

Dediquem tempo juntos

Sabem aquela história de que é mais importante qualidade de tempo do que quantidade? Esqueça. O importante, no casamento, é dedicar quantidade e qualidade de tempo. Como uma relação poderá ser mantida se, muitas vezes, um dos cônjuges dedica mais tempo ao trabalho, aos amigos ou até mesmo à igreja?

Cultivem a vida espiritual

Casamento não é só união de dois corpos, mas de duas vidas. Casais que querem fortalecer a vida conjugal precisam cultivar juntos uma vida espiritual que agrada a Deus. Neste sentido, três atitudes são importantes: leitura da bíblia, oração e participar de uma igreja que segue os princípios da Palavra de Deus.

Cultivem tradições conjugais

Cultivar tradições conjugais é fazer aquelas coisas que fortalecem o casamento, como, por exemplo, viagem anual de lua-de-mel, sair regularmente para um passeio a dois, lembrar e comemorar a data do início do namoro e tantas outras coisas que podem ser feitas de maneira costumeira, mas criativamente.

Celebrem o sexo criativamente

O sexo foi criado por Deus e, quando ele é experimentado no contexto conjugal, proporciona bem-estar e felicidade aos cônjuges. O importante, nesta área, é não cair na rotina. A dica é não esperar o desejo aparecer, mas estar sempre criando o clima para que o desejo seja sempre despertado.

Concluindo, nenhum casamento é perfeito, mas com atitudes práticas nós podemos torná-lo agradável a cada dia. Isto não depende de nenhuma mágica, mas só de nós mesmos. Não espere que o seu cônjuge tome a iniciativa, comece você mesmo. Agora. Já!

Texto extraído da internet sem menção do autor.

Nenhum comentário:

Postar um comentário

O que você pensa é importante para nós. Deixe aqui seu comentário.