sábado, 1 de outubro de 2011

O CHAMADO DO MARIDO



Paulo diz que os maridos devem cuidar de suas esposas como fazem com seus próprios corpos (Ef 5:28). Os termos usados ​​para descrever este cuidado se relacionam ao cuidado físico bem como o calor relacional (ver v. 29).

Assim, comunicando o apreço com que tratamos nossos cônjuges, se opõe a usar nossos relacionamentos ou os nossos recursos egoisticamente. A ordem de  Deus é que nossas palavras e nossos bens devem ser usados ​​para promover o bem-estar de nossos cônjuges.
No momento dos votos no casamento o marido diz:"Tudo o que sou, eu dou a você, e tudo o que tenho
quero compartilhar com você".Com tais palavras um homem promete sustentar, sem reservas ou ocultação, a esposa que Deus lhe deu.Esta promessa não impede um homem de delegar recursos e responsabilidades na família de acordo com respectivos talentos de cada membro e seus pontos fortes, no entanto,essa divisão do trabalho não deve ser uma desculpa para atividades ocultas ou para tesouros acumulados.Um homem que se casa com a intenção de reter bens ou a afeição para sua esposa, nega-se os benefícios do amor de Deus projetado para construir ambos no casamento - um homem em última análise, dando de si mesmo. A Escritura sabiamente indica que um homem deve cuidar de sua esposa como a si próprio;porque quando o faz, o bem-estar de sua esposa torna-se o seu próprio.
Por  Bryan Chapell


Nenhum comentário:

Postar um comentário

O que você pensa é importante para nós. Deixe aqui seu comentário.